31.12.07

Feliz ano novo






















Lacrosse
- This New Year Will Be For You And Me
The Go Find - New Year
Camera Obscura - Happy New Year
The Archivist - New Years
Death Cab For Cutie - The New Year
Oneida - Happy New Year
My Darling YOU! - New Year's Eve
Tyler Ramsey - Chinese New Year
The Walkmen - New Year's Eve
Perry Blake - New Year's Wish

Download zip

(Z&C)

Thom Yorke baralha e torna a dar.


No início de 2008, chega finalmente às lojas, a edição tripartida (em três vinis distintos) de remisturas de "The Eraser", o excelente álbum lançado pelo vocalista dos Radiohead em 2006.
A releitura do material original está, como não podia deixar de ser, muitíssimo bem entregue, com as novas versões a serem assinadas por gente como Burial, Christian Vogel, Modeselektor (uma obsessão de York), Four Tet e The Field, entre outros. Que se lixem os saldos, isto sim, é uma oportunidade a não perder.

21 de Janeiro:
"And It Rained All Night (Burial remix)"
"Skip Divided (Modeselektor remix)"
"Analyse (Various remix)"
28 de Janeiro:
"Atoms For Peace (Four Tet remix)"
"Black Swan (Christian Vogel remix 1)"
"Black Swan (Christian Vogel remix 2)"
4 de Fevereiro:
"Harrowdown Hill (The Bug remix)"
"The Clock (Surgeon remix)"
"Cymbal Rush (The Field remix)"

Audição antecipada?
Aqui
.

(Z)

No Kids - Come Into My House
















Uma das maiores apostas para 2008, os No Kids são uma banda canadiana de Vancouver, composta por três talentosos multi-instrumentistas, Julia Chirka, Justin Kellam e Nick Krgovich (membros dos P:ANO), os quais, com o envolvimento de mais um punhado de músicos e a ajuda financeira do governo canadiano (vantagens de se viver num país civilizado...), criaram uma preciosidade que irá certamente fazer correr muita tinta virtual nos próximos tempos.
O álbum, com edição prevista para Fevereiro do próximo ano, já pode ser ouvido antecipadamente nos sitios do costume, revelando-se o antídoto perfeito para todo o stress pré-natal.
Art-pop de primeira qualidade, capaz de abarcar uma multiplicidade de géneros sem nunca perder um fio condutor, misturando habilmente a estranheza adocicada dos Hot Chip, Menomena ou Tunng com o genial R&B de Shuggie Otis e refinadas orquestrações de inspiração retro.
Um bem de primeira necessidade, indispensável para deslizar pela vida com um sorriso na cara.

For Halloween
I love The Weekend
You Look Good To Me
Old Iron Gate
Neighbour's party

Download Zip

(Z)

21.12.07

Xmas Shuffle

Fartos de terrorismo natalício, resolvemos retaliar,
pagando na mesma moeda...





























Wayne Butane
- Xmas (Excerpt)
The White Stripes - Candy Cane Children
Fiona Apple - Frosty The Snowman
Shugo Tokumaru - Sleigh Ride
Hello Saferide - I pod X-mas
Arrah And The Ferns - Merry Christmas, Not X-Mas
El Perro Del Mar - Oh What A Christmas
Snowden - White Christmas
Bobby Baby - Santa Claus Is Coming To Town
Cocteau Twins - Winter Wonderland
Math And Physics Club - A Marshmellow World
A Band Called Quinn - Its Christmas Time
James Brown - Soulful Christmas
Belle & Sebastian - Santa Claus, Go Straight To The Ghetto
Josh Rouse - Christmas With Jesus
The Boy Least Likely To - Little Donkey
Bright Eyes - Blue Christmas
Okkervil River - Listening To Otis Redding At Home During Christmas
Sufjan Stevens - That Was The Worst Christmas Ever!
Ivy - Christmas Time Is Here

Download zip

20.12.07

19.12.07

Donna Regina






















Há por aí alguém que ainda não conheça a arte dos alemães Donna Regina? - em caso afirmativo, faça o favor de se penitenciar e de mergulhar de cabeça numa história já com mais de 15 anos.
Da voz suave e melódica de Regina Janssen e dos acordes certeiros da guitarra de Gunther Janssen, surge um magnífico 2º casamento, muito bem apadrinhado por Steffen Irlinger nas lides electrónicas.
"More", o 10º álbum, vem acrescer, e dignificar ainda mais, a já extensa discografia dos Donna Regina.
E é caso para dizer more and more and more... dos 10 temas que compõem este disco.
É música que viaja directamente do ouvido até ao âmago, com uma beleza e sensibilidade desarmantes.
Recomendadíssimo!!!

"Dream On"
"Heart Oh Heart"
"La Ou Je Suis"
"Playing Free"



17.12.07

Weekend Shuffle #4

Em jeito de fim de semana prolongado...






















Bradien
- Punta Lara
David Newlyn - Never Remember
Talkdemonic - Junesong
Disrupt - The Stars My Destination
Alice Russell - Hurry on now (Boub Remix)
Joash - Salome
Barakas - Kes
Sharon Jones & The Dap-Kings - Tell Me
Carsick Cars - Volunteer
Foreign Born - Into Your Dream
Cut City - Numb Boys
Roxy Music - Virginia Plan (Headman Re-work)
Cajun Dance Party - The Next Untouchable
Utah Rangers - Bad Day For A Bad Hair Day
Club 8 - Whatever You Want
Celebration - Evergreen

Download zip

(Z&C)

14.12.07

Promise And The Monster - Transparent Knives


Mesmo no final, este ano ainda nos consegue reservar óptimas surpresas.
Esta em particular é tiro e queda.
Compatriota de José Gonzalez, com o qual, para além de partilhar o exímio domínio da guitarra, tem partilhado também os palcos, Billie Lindhal, aka Promise And The Monster, acaba de lançar o seu primeiro álbum "Transparent Knives" pela Imperial Recordings (incluindo os quatro temas anteriormente editados em EP).
Um disco mágico, deslumbrante, de uma estranha e apelativa negritude que repentinamente se pode transformar numa luminosidade estonteante.
Melodias meticulosamente trabalhadas, despidas de grandes artifícios (less is more...), conduzidas por uma voz melancólica e emocionalmente inquietante, evocativa de Joanna Newsom e El Perro Del Mar.
Belo e imperdível.

Sheets
Night Out
Wither
Killing Fields

Download zip

(Z)

diz que vai soar mais ou menos assim:






















1990s - "You're Supposed To Be My Friend"


Sizo - "First"


Sons and Daughters - "Dance Me In"


Tunng - "Bullets"


+ info aqui

(C)

13.12.07

Silversun Pickups - Remixes






















O "Carnavas" de estreia dos Silversun Pickups já tem uma rodagem jeitosa por aqui.
Continua bem afinado - não alterava nada neste que foi, sem a menor dúvida, um dos discos que mais satisfação trouxe aos meus ouvidos no último ano.
A curiosidade e expectativa em torno de um novo trabalho é enorme mas para já, o remédio é mesmo conformar-me com umas revisões periódicas ao dito disco e com o novo EP de remixes feitas aos soberbos "Lazy Eye" e "Little Lovers So Polite".
Os convidados são do mais chique.
E todas as remixes estão disponíveis para audição no site da Dangerbird Records.

Tracklist:

01. "Lazy Eye" - Jimmy Tamborello accordion remix
02. "Little Lovers So Polite" - The Greyarea remix
03. "Lazy Eye" - Jason Bentley remix
04. "Lazy Eye" - Brian Lebarton remix
05. "Little Lovers So Polite" - One AM Radio remix
06. "Lazy Eye" - Jimmy Tamborello Pulses remix



(C)

12.12.07

The Dodos


Custa acreditar que estas aves raras, detentoras de tão poderoso som, sejam apenas duas.
É um belo enredo de fingerpicking e ocasionais piano e trompete, cortesia do cantautor Meric Long e de batidas enérgicas - às vezes primitivas - de Logan Kroeber.
A dupla auto-editou o seu 1º álbum em 2006 e intitulou-o de " Beware Of The Maniacs".
Entretanto, aproxima-se novo voo lá para a Primavera de 2008, "Visiter" de seu nome.
Estes Dodos de S. Francisco ainda vão fazer história, e naõ será pela livre associação com a espécie já extinta...

The Dodos - "Trades & Tariffs" (via minneapolisfuckingrocks.com)
The Dodos - "Horny Hippies" (via minneapolisfuckingrocks.com)
The Dodos - "Nerds" (via minneapolisfuckingrocks.com)
The Dodos - "Fools" (via pitchforkmedia.com)

The Dodos - Fools ( from "Visiter")

11.12.07

Bombay Bicycle Club


Estes miúdos de 16 anos, oriundos do norte de Londres, começaram a dar nas vistas após terem vencido o ultra-competitivo "Road To V" (abrindo assim o palco principal do V-Festival de 2006), tendo vindo, desde aí, a criar um clima de excitação tal, que esgotam as salas por onde passam e são objecto de cobiça por parte de editoras que competem avidamente pelas suas preciosas assinaturas num contrato.
Nada que tire o sono aos rapazes, no entanto. Uma vez que não têm idade, nem tempo - há que acabar os estudos... - para se dedicarem inteiramente à música, preferiram para já ir lançando alguns EP‘s através da sua própria editora, sugestivamente intitulada "Mmm... Records".
Quanto à música, as frequentes comparações com os Strokes podem servir de chamariz, mas o que salta imediatamente à vista é o talento nato capaz de criar canções pop perfeitas, com uma frescura e actualidade desarmantes, algo pouco usual em miúdos desta idade.
Um caso a seguir atentamente...

Bombay Bicycle Club - How We Are EP via noiseburrow

MySpace
(Z)

Annuals






















Raramente se pode dizer que valha a pena investir em discos de lados-B... normalmente têm um gostinho amargo, face a temas que ficam muito aquém do sabor dos do álbum original.
Não é, de todo, o caso do "Frelen Mas" dos Annuals - a mesma inteligência, emoção e ferocidade sonoras do álbum de estreia "Be He Me".
O EP digital contém 8 faixas de lados-B e raridades e está disponível via iTunes ou no site da Ace Fu.

Annuals - River Run (via fekepennycmics.com)
Annuals - Swen To Kites (via filefreak.com)
Annuals - Nah Keseyi (via filefreak.com)

MySpace

(C)

10.12.07

Hello, Blue Roses + Destroyer















O workaholic Dan Bejar - Destroyer, New Pornographers e Swan Lake - quando arranja tempo para namorar... faz mais um disco!
O álbum, criado com a companheira Sydney Vermont tomou o nome de "Hello, Blue Roses" e apresenta a faceta mais "delicada" de Bejar. O disco é editado em Janeiro pela Locust Music , mas já se pode cheirar por estes dias em dois 7", um dividido com os Frog Eyes e outro com os Starless & Bilble Black.

Hello, Blue Roses - Shadow Falls (via tradebit.com)














Por sua vez, os Destroyer - inicialmente o projecto a solo de gravações caseiras de Bejar nos idos anos 90 -, têm também novo disco prometido para 2008.
"Trouble In Dreams" é já o oitavo álbum da banda e será editado pela Merge Records.

Destroyer -
Foam Hands
(via the yellowstereo.com)

(C)

9.12.07

Weekend Shuffle #3






















Promise And The Monster - Antarktis
Sly Hats - Liquorice Night
The Maccabees - Toothpaste Kisses
Goldfrapp - Happiness
The Real Tuesday Weld - It's A Wonderful Li(f)e
Trolle Siebenhaar - Sweet Dogs
Neon Heights - Walked Out This Morning
Joy Electric - Colours In Dutch
Lack Of Afro - The Outsider
Devastations - Mistakes
We All Have Hooks For Hands - Jumpin Jean-Luc
Be Your Own Pet - Adventure
The Draytones - Keep Loving Me
Sunset Rubdown - The Mending Of The Gown
The Valentinos - Face Is On The Wall

Download zip

(Z&C)

REWIND #2

Welcome!!
(Last splash my ass... )

The Breeders - CannonBall


The Breeders - Divine Hammer


(C)

7.12.07

Au Revoir Simone - Theatro Circo, Braga 04/12/07



















A imagem cultivada por Erika, Annie e Heathe, que remete para a elegância excêntrica de um certo filme de Sofia Copolla - com o qual, inevitavelmente, serão sempre confrontadas - reforça eficazmente o ambiente nostálgico e melancólico da música, em partes iguais sedutora e inocente, criada a partir da simplicidade vintage de uma caixa de ritmos e do som roufenho de sintetizadores que parecem samplar um velho órgão da missa das onze.
Acrescente-se ainda a suave envolvência de três vozes bem afinadas e cristalinas, e temos um charmoso cruzamento entre os primeiros discos dos Air e a retro pop-soul de El Perro Del Mar, com um arzinho de inocência feminil.
Simplicidade é a palavra chave. E se resulta em disco, dificilmente poderia deixar de resultar ao vivo.

Perante uma sala inesperadamente cheia, as três lindas raparigas dos teclados sintetizados, (espécie de Kraftwerk de saias em versão infantil) iniciaram o concerto com “The Lucky One” e “Sad Song”, músicas retiradas do recente trabalho "The Bird Of Music", seguidas, de forma intercalar, por temas do anterior “Verses Of Comfort, Assurance & Salvation” – como o contagiante “The Disco Song” e o belo “Through The Backyards”, precedido por um tema novo (supostamente dark), que ainda precisa de muito trabalhinho em cima.

O incrédulo deslumbramento pelo acolhimento de que foram alvo, reflectiu-se na genuína simpatia mantida no diálogo com a plateia, que chegou mesmo a incluir um comovido agradecimento por parte de Annie Hart.
E foi por entre incontáveis sorrisos e elogios à beleza temperada do nosso país, que a electro-pop delicodoce do trio foi desfilando de forma descontraída e artesanal, em versões que, mesmo perdendo alguma da clareza dos discos, acentuam o seu lado mais arty e espontâneo.

No encore, a divertida “Night Majestic” - iniciada com um pedido de desculpas pela sua “leveza” embaraçante - pôs fim a um concerto agradável e despretencioso que apenas pecou pela sua curtíssima duração.
A noite terminou em ambiente de amena cavaqueira no hall de entrada, com o trio a desdobrar-se entre autógrafos e algumas trocas de impressões.







(Z&C)

6.12.07

Pikelet






















Pikelet é Evelyn Morris, uma australiana de 24 aninhos, que costumava andar obcecada com batidas hardcore até ter descoberto um velho acordeão lá por casa.
Juntou-lhe uma guitarra, um
looping pedal, a sua voz de estorninho, e agora vê-se comparada aos Decemberists e outros que tais.
A verdade é que a menina faz música da boa, em camadas variadas mas muito bem arrumadinhas.
Yummy este Pikelet!

Pikelet - Bug In Mouth
Pikelet - They Call It Love? ... Wow
Pikelet - Beyond The Sky

Download Zip

Pikelet - Bug In Mouth


(C)

4.12.07

White Shoes & The Couples Company



















Bem catitas estes meninos (e meninas) made in Indonésia!
Dizem-se influenciados pelas bandas sonoras de filmes da década de 70 e pelo espírito acústico dos músicos de classic jazz dos anos 30.
Quem se atrever a ouvi-los, arrisca-se a uma boa dose de indie-pop com ar retro, vozes amigáveis e a uma instrumentação riquíssima mas cheia de gentileza - nothing to fear, embora em alguns temas nos sintamos lost in translation...

"Nothing To Fear" (via musicforants.com)
"Tentang Cita" (via musicforants.com)
"Senandung Maaf"

Site
MySpace

(C)

1.12.07

Weekend Shuffle #2






















Early Songs
- Turn and Face Me
Jens Lekman - And I Remember Every Kiss
Timber Timbre - Like a Mountain
Mariee Sioux - Friendboats
Ai Phoenix - You and I
Montag - I Have Sound
Prefuse 73 - Girlfriend Boyfriend
Spiral Beach - Teddy Black
The Go Find - New year
Leopold - Stupid Disco
Irene - Little Things (That Tear Us Apart)

The Rosebuds
- Break My Body
Kate Nash - Foundations
The Lovely Feathers - Frantic

Download zip

(Z&C)

神奇的抽象動畫



(C)

29.11.07

Turzi






















Turzi convida a uma viagem interna, pelos cantos da mente e por muitos do corpo.
Com uma espécie de mantra electrónica, pretende que quem o oiça se entregue a delírios introspectivos. O facto é que às vezes, mesmo não dados a tretas esotéricas, quase levitamos ou, quando muito, damos uma volta por sítios inusitados por meio de sons psicadélicos e uma sábia combinação de art rock e krautrock.

"A música, sejamos iniciados nela ou não, deve conseguir dar-nos as mesmas sensações que o uso de drogas (...), é nossa intenção brincar com o ouvinte, criar indisposição e prazer ao mesmo tempo". - um verdadeiro provocador, este franciu.

"A" marca a estreia de Turzi. Curiosamente, - ou não - todos os temas do álbum começam por essa mesma letra.
Toca a delirar...

Turzi - Alpes (via storage.comfortradio.org)
Turzi - Animal Signal
Turzi - Authority 17
Turzi - Afghanistan (sendspace)
Turzi - Acid Taste (sendspace)

Turzi - Afghanistan


(C)

28.11.07

Say Hi






















Os Say Hi (anteriormente conhecidos como Say Hi To Your Mom) são um quarteto de Seatle liderado pelo multi-instrumentista Eric Elbogen, que se iniciou neste projecto a solo e chegou a editar três álbuns até à chegada de Nouela Johnston nas teclas, do baixista Westin Glass e de Sam Collins na bateria.
O 5º disco,"The Wishes And The Glitch", é editado a 05 de Fevereiro mas, graças às maravilhas da era digital (e seguindo as peugadas das bandas mais in do momento), os Say Hi disponibilizam algumas amostras à borla e a compra antecipada do álbum. Basta ir ao site, carregar no link para o shop e "Wow! Look" - dizem eles -, aparece o pacote, que inclui o disco, uma t-shirt de edição limitada e 3 pins.
Operações de marketing à parte, o disco está repleto de bons momentos e merece, definitivamente, uma escutadela.

Say Hi - Northwestern Girls
Say Hi - Toil And Trouble
Say Hi - Zero To Love
Say Hi - Magic Beans and Truth Machines (via speedofdark-web.blogspot.com)

MySpace

(C)

Josh Rouse - Theatro Circo, Braga, 27-11-07















Afastada a hipótese do concerto ser cancelado por motivos de saúde - a coisa parece que esteve tremida durante os últimos dias - percebeu-se pelo ar cansado de quem se encontra esgotado fisicamente, que a subida ao palco de Josh Rouse na noite de ontem, constituiu um daqueles esforços suplementares etiquetados a vermelho com a frase "the show must go on".

Felizmente, nada disso impediu que o músico fizesse das tripas coração para proporcionar um envolvente concerto, perante uma sala anormalmente cheia e impaciente para assistir à ininterrupta chuva de hits que, durante cerca de hora e meia, fez as delícias de quem se deslocou à "casa da música" de Braga.

Começando de modo algo titubiante com alguns temas do recente "Country Mouse, City House", ligou o piloto automático para retemperar as forças durante "My Love Has Gone", subiu de tom com "Givin' It Up" e a partir de "Holliwood Bass Player" foi ganhando cada vez mais intensidade à medida que foi percorrendo toda a discografia, com especial incidência sobre o incontornável e muito solicitado "1972" - para além do tema homónimo, fez questão de passar pelos inevitáveis "Slaveship" e "Love Vibration", músicas que parecem ter um efeito reanimador, quer no músico, quer no público, que, já no encore com "It's The Nighttime" e "Why Won't You Tell Me What", não resistiu a mandar os lugares marcados às urtigas e ir dançar para a frente do palco.

A acompanhá-lo esteve uma "máquina sonora" muitíssimo bem oleada e cheia de groove, composta por um baixista com pinta de Randy Newman que conduziu os acontecimentos de forma segura e com o ar extremamente bem disposto de quem pagava pare ter o emprego que tem, um baterista sólido e eficiente, que tambem funcionou como segunda voz, e um teclista, desdobrado em guitarrista, que foi colorindo tudo com um toque de classe.
Mesmo não tendo atingido o nível a que já nos habituou e atendendo às circunstâncias, não se poderia pedir mais.


Na primeira parte, Frederic Aubele gastou 45 anestesiantes minutos, num concerto que raramente descolou da monotonia, revelando uma incompreensível discrepância relativamente aos - bem mais apetecíveis - discos.





27.11.07

Pants Yell






















Após alguns dissabores que levaram Carly Smith, o anterior baterista, a abandonar a banda, os Pants Yell estão de volta com novo disco, Alison Statton, cujo nome pediram emprestado à lider dos Young Marble Giants - e as baquetes, afinal, acabaram por ser muito bem entregues à menina Casey Keenan.
Por entre saxofones e trompetas - uma novidade -, cantam-nos bonitas histórias de amor com sabor à inocência de quem ainda acredita no Pai Natal.
Um bom regresso marcado para 4 de Dezembro via Soft Abuse.

Pants Yell - Magenta and Green (via blogsr4dogs.com)
Pants Yell - Tried To Be Good (via skatterbrain.com)

MySpace

(C)

"And the nominees are..."






Já se sabe que estas coisas valem o que valem, no entanto, alguns dos nomes que encabeçam a (previsivelmente incompleta) lista de nomeações para o Plug Independent Music Awards - que se realiza a 8 de Fevereiro em NY - , puseram-me a abanar a cabeça para trás e para a frente em sinal de concordância.
Um especialmente.
Vai daí, fui ao site dos moços e cumpri com o meu dever de eleitor...várias vezes.

Álbum do Ano:
Arcade Fire - Neon Bible
Band Of Horses - Cease To Begin
Battles - Mirrored
Beirut - The Flying Club Cup
El-P - I'll Sleep When You're Dead
Justice - ?
Of Montreal - Hissing Fauna, Are You The Destroyer?
Panda Bear - Person Pitch
Radiohead - In Rainbows
Sharon Jones & The Dap-Kings - 100 Days, 100 Nights
Spoon - Ga Ga Ga Ga Ga
The National - Boxer

Canção do Ano:
Arcade Fire - Keep The Car Running
Battles - Atlas
Bright Eyes - Four Winds
Grinderman - No Pussy Blues
Gui Boratto - Beautiful Life
Justice - D.A.N.C.E.
Menomena - Wet And Rusting
Of Montreal - Suffer For Fashion
Panda Bear - Bros
Sea Wolf - You're A Wolf
Spoon - The Underdog
The National - Fake Empire

Ouçam-nas aqui .

(Z)

26.11.07

REWIND #1

La Bionda - I Wanna Be Your Lover


(C)

White Stripes lançam single com Beck



















Os falsos manos não têm dado muito nas vistas desde aquele infame boato. Ainda assim, ao contrário do Ronaldo, até parados continuam a render. Ou pelo menos "Icky Thump" continua.
Dia 31 de Dezembro é a vez do 7" de "Conquest" chegar às lojas em formato tricolor.
Serão editadas três versões em três cores diferentes (preto, branco e vermelho...claro), sendo que o lado A do single vermelho é uma versão acústica em estilo...mariachi.

Quanto aos lados B, são colaborações recentemente gravadas com Beck, a saber:
"It's My Fault for Being Famous" (vinil preto)
"Honey, We Can't Afford to Look This Cheap" (vinil branco)
Cash Grab Complications on the Matter" (vinil vermelho)

Para fomentar ainda mais o coleccionismo, e porque o novo vídeo tem como temática a Tourada, os singles incluem cromos da Mondo Toro retratando três matadores: El Sloth, El Blanca Rosa e El Perdedor.

White Stripes - Conquest
via anyone‘s guess

Alguém falou em prendas de Natal?

(Z)

Hot chip - Made In The Dark













O melhor ainda está para vir.
Entretanto, enquanto aguardamos pelo prato principal, provem lá estas entradas...

Shake A Fist
I Became A Volunteer

Download zip

(Z)

24.11.07

Weekend Shuffle #1




























1. Susumu Yokota - For The Other Self Who is Far Away That I Can not Reach
2. Emily Haines & The Soft Skeleton - Our hell
3. Josh Ritter - Mind's Eye
4. The Lovekevins - Anorak And Other Complicated Words Beginning With An A
5. The New Caledonia - Zoot Suit Pseudo
6. Stateless - Prism # 1
7. The Seedy Seeds - Earned Average Dance America
8. No Age - My Life's Alright Without You
9. The Honeydrips - Love Will Tear Us Apart
10. Annemarie - Apple (Suicide On Your Stereo Set)
11. Earlimart - Fakey Fake
12. Poni Hoax - She's On The Radio
13. Felix Da Housecat - Like Something For Porno
14. Uffie - Pop The Glock
15. Justice - New Jack
16. Michael Fakesch - Soda

23.11.07

Lindo # 26

Shugo Tokumaru - Green Rain


(C)

The Setting Suns

Os The Setting Suns é o projecto musical que nasceu numa jantarada entre Sam Fogarino dos Interpol e Adam Franklin dos Swervedriver e Toshack Highway.

"I've been a Swervedriver fan from the start, still am. I would have killed just to bang a can for Adam Franklin. now, he makes sense of my melodies, and turns our ideas into a beautiful din. I feel lucky and alive.... and a bit sick from my own sap" - Fogarino dixit.

Quanto a mim, qualquer nova oportunidade de apreciar a arte da baquete de Fogarino é sempre bem-vinda.
No
MySpace da dupla já se podem escutar dois temas bem orelhudos - "Don't Go To Dream State" e " The Way Love Used To Be". Ambos farão parte de EP de estreia que, para já, ainda não encontrou editora que lhe dê o suporte físico (por enquanto, valemo-nos via iTunes).

Tracklisting:

‘Cold War Kids’
‘Yesterday’s Flowers’
‘The Way Love Used to be’
‘Don’t go to Dream State’
‘Cold War Kids (Get Claudius)’
‘Cold War Kids (Cole Porter Kids)’

(C)

Jesse Harris - The Hottest State


Jesse Harris, mesmo não sendo nenhum Ryan Adams, tem feito uns disquitos de americana com salpicos de jazz, que não são nada de deitar fora. A opinião, pelos vistos, também é partilhada por Ethan Hawke - actor anteriormente conhecido por Mr. Thurman -, que incumbiu o moço de criar a banda sonora para "The Hottest State", filme que realizou recentemente e que, não por acaso, até é baseado num livro seu.
Jesse compôs todas as músicas do filme, sendo algumas cantadas por ele e outras por artistas convidados, nomeadamente: The Black Keys, Bright Eyes, Cat Power, M. Ward, Emmylou Harris, e...(era aqui que eu queria chegar).... Feist!
Depois de tantos anos conservada como um segredo bem guardado, é um bocado estranho vê-la, de um momento para o outro, a aparecer por tudo quanto é sítio.
Mas que continua irresistível, disso não há a menor dúvida...

Feist - Somewhere Down the Road
Bright Eyes - Big Old House
Cat Power - It's Alright to Fail
M.Ward - Crooked Lines

Download zip


(Z)

I'm Not There - Soundtrack






















Pelo filme, não ponho as mãos no fogo. É ver para crer.
Quanto à banda sonora, ponho as mãos, os pés e o que for preciso!
O velho rezinga deve estar orgulhoso e com a lágrima no canto do olho.
Eu, sinceramente, nem sei por onde pegar...

Karen O & The Million Dollar Bashers - Highway 61 Revisited
Iron & Wine & Calexico - Dark Eyes
The Black Keys - The Wicked Messenger
Charlotte Gainsbourg & Calexico - Just Like A Woman
Sufjan Stevens - Ring Them Bells

Download zip

(Z)

22.11.07

Bonobo live @ Merlin, Budapest, 05-05-07























As noites de Budapeste não são de rock‘n‘roll, são de puta madre!
Pelo menos esta foi...

Bonobo live band - download zip

(Z)

The Tellers - Hands Full Of Ink



"The Tellers are the best thing to come out of Belgium since chocolate, and everyone loves chocolate!"
- Duckie Music

Reconhecem aquela estranha sensação de gratificação instantânea que temos ao ouvir pela primeira vez o som de algumas bandas, misturada com o receio de saturação a curto prazo devido à facilidade com que determinada música se instala confortavelmente nos nossos ouvidos, e faz zapping ao nosso estado de espírito?

Pois estes miúdos de Bruxelas (não confundir com os pouco audíveis Tellers escoceses) elaboraram uma fórmula irresistível que contém referências a Libertines, Kooks, Strokes, Arctic Monkeys, Violent Femmes e ...Carla Bruni(?), tudo em partes desiguais mas na proporção exacta para, pelo menos durante os próximos dias, serem a nossa nova banda favorita.
Altamente recomendável.

"Hugo" live at Café Central

Add to My Profile | More Videos

If I Say (Die With Me)
More
Confess
Hugo
Download zip

MySpace

(Z)

21.11.07

Pale Young Gentlemen

















Em boa hora se juntaram os Pale Young Gentlemen algures no verão de 2005.
Ao trio, inicialmente formado pelos irmãos Mike e Matt Reisenauer (piano e percursão) e pelo guitarrista Brett Randall, juntou-se mais tarde o baixo de Andrew Brawner e a subtileza do violoncelo de Elizabeth Weamer.
O auto-intitulado álbum de estreia, editado pelos próprios PYG, constitui, quanto a mim, uma das mais prazenteiras revelações do ano.
Com um som dividido entre um teatral indie rock e a folk mais antiguinha, os PYG atrevem-se a primar pela diferença - normalmente é o piano que indica o caminho a guitarras que apenas se atrevem a uma espreitadela, enquanto o violoncelo vai embelezando a paisagem por onde se passeia a voz de Mike Reisenauer.
Perfeito!


Saturday Night (via canyouseethesunset.com)
Clap Your Hands (via hearya.com)
Fraulein (via hearya.com)
Single Days


(C)


Jonquil à la Blogothèque